INTRODUÇÃO

TAREFAS/PROCESSO

RECURSOS

AVALIAÇÃO

CONCLUSÃO

RESULTADOS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TRANSGÊNICOS######## TRANSGÊNICOS######## TRANSGÊNICOS########

Uma webquest de Biologia dentro da temática Engenharia Genética.

Elaborada por Sandra M. Fachini Cayres (Biologia) smcayres@gmail.com

Professor colaborador - Vanja Marina P. de Abreu (STE vespertino) vanjaadaste@hotmail.com

www.escolaadventor.com.br

Campo Grande, MS, maio de 2009.

 

Você conhece o selo acima?
 

Você consome algum tipo de alimento que tenha transgênicos em seu processo de fabricação?
 

Provavelmente você dirá que não, mas você tem certeza disso?

Muitos alimentos ainda não colocam em suas embalagens o selo de produto transgênico. No decreto nº 4.680/03, do Ministério da Agricultura, conhecido como Lei de Rotulagem, todos os produtos fabricados com mais de 1% de organismos geneticamente modificados devem trazer esta informação no rótulo. Contudo, isso não acontece com a maioria dos alimentos produzidos em nosso país. As pessoas mais informadas buscam na internet listagem de alimentos ditos trangênicos para saber se o que levam do mercado para casa é ou não geneticamente modificado.

Você é contra ou a favor da produção de organismos geneticamente modificados? Você compraria um produto que tivesse esse selo?

De acordo com o Instituto Akatu, ONG que incentiva o consumo consciente, alimentos como a soja transgênica estão presentes em vários produtos, entre eles, margarinas, maioneses, chocolates e diversos tipos de biscoitos. A organização afirma que não existem estudos conclusivos que indiquem riscos dos transgênicos à saúde humana.
O site do GreenPeace, que lista as principais empresas/marcas com uma produção livre ou não de transgênicos, mostra que a utilização de alimentos geneticamente modificados causa impactos ao meio ambiente devido ao aparecimento de ervas daninhas e pragas na agricultura, sem contar o uso de agrotóxicos usados na plantações que acabam na nossa alimentação do dia-a-dia. Com a informação nas embalagens dos produtos, agora cabe a nós fazer a escolha certa.
Portanto, para exercer o consumo consciente é preciso se informar.
Para isso assista aos dois vídeos na página introdução.